Como Aproveitar melhor os seus dias de folga

Muitas vezes estamos tão pressionados pelas demandas diárias de trabalho que, ao termos um dia ou turno livre, não sabemos como aproveitá-lo e terminamos por não fazer nada. Aqui seguem algumas dicas para fazer o tempo de folga render.

Divida claramente o seu tempo de trabalho e lazer – Desenhe uma linha separando o tempo que você tem para você e o tempo que você tem para o trabalho. Poluir um lado tende a danificar o outro. Quando você começa a trabalhar em seus dias de folga, seu corpo começa a ser preguiçoso durante seu dia de trabalho para compensar. Uma estratégia para combater isso é comprometer-se apenas com o trabalho durante um determinado período de tempo. Nem sempre é possível, mas pode ajudar a combater a tendência de misturar trabalho e prazer.

Planeje com antecedência – Algumas pessoas podem trabalhar sem listas de tarefas, planejamento ou metas. Outras pessoas precisam de estrutura para levá-las a avançar. Da mesma forma, algumas pessoas podem ser completamente espontâneas em seus dias de folga. Mas também é possível se divertir ao planejar coisas divertidas para fazer – mesmo que você não as siga perfeitamente.

Mantenha sua estante cheia – Se você gosta de ler, esta pode ser uma maneira fácil de evitar desperdiçar seus dias de folga. Se você não gosta de ler, tudo bem – os dias de folga são para relaxar.

Mantenha um calendário de eventos – Se você gosta de shows de música ou exposições de arte, mantenha um calendário que pode armazenar atividades em potencial que você gostaria de participar. A menos que você precise comprar ingressos com antecedência, esse planejamento garantirá que você tenha sempre opções de coisas interessantes para fazer.

Desacelere – Jogue fora os livros de gerenciamento de tempo por um dia e tente ser o mais lento possível. Acorde cedo e passe uma hora preparando o café da manhã, duas horas lendo ou caminhando. É refrescante adotar por um dia o oposto do seu estilo de vida tipicamente ocupado.

Veja o panorama geral – Passe um dia inteiro revisando a trajetória de sua vida. O que está indo bem e o que não está? Use a folga para planejar, definir grandes metas ou alterar completamente sua abordagem. Estes dias podem injetar nova energia em objetivos que poderiam perder a motivação ao longo do tempo.

Conecte-se – Vá até a caixa de entrada de e-mail e envie uma mensagem para várias pessoas com quem você não falou em alguns meses. Chame velhos amigos. Não deixe seus relacionamentos murcharem e morrerem porque você está ocupado demais para investir seu tempo neles. Um “oi, tudo bem?” já aquece as amizades.

Work hard, Play hard– Faça seu dia de trabalho mais intenso antes do seu dia de folga. Isso lhe dará um incentivo para trabalhar mais, sabendo que você tem todo o dia seguinte para relaxar.

Folgas de meio dia – Às vezes, um dia inteiro de folga é impossível. Se a sua programação simplesmente não permite que você tire um dia de folga completo, tente fazer um meio turno. Mas atenção, desligue-se de tudo que não for uma emergência.

 

08 tópicos a evitar no seu perfil do Linkedin

1. Críticas a qualquer pessoa, organização, entidade ou grupo.

2. Discussões políticas ou religiosas.

3. Resenhas de produtos ou serviços do tipo “Na Acme Systems, eu trabalhei no produto X-15 que desbancou o concorrente X-14, considerado cheio de falhas pelo consumidor”.

4. Uma foto de perfil do LinkedIn em uma situação não profissional. Sua foto não precisa mostrar que você esté vestido de maneira formal ou em um escritório, mas, como seguidores, temos que poder imaginar você em uma configuração de trabalho.

5. Ortografia e erros gramaticais. Para evitar problemas, crie seu perfil do LinkedIn no seu processador de texto para que você seja avisado de erros antes de enviar o conteúdo para o LinkedIn.

6. Informações sigilosas de empregadores (por exemplo, dados de receita ou rentabilidade de um empregador anterior que normalmente não compartilha essas informações, planilhas, planos ou outras informações confidenciais ou imagens da empresa, a menos que você tenha permissão para usá-los.

7. Lembre-se de que seu perfil do LinkedIn também inclui seus comentários em postagens de artigos e atualizações de status de outros usuários do LinkedIn. Não esqueça que seus comentários também podem ser visualizados para os visitantes da sua página de perfil.

8. Por fim, nunca divulgue detalhes da sua vida privada ou de qualquer outra pessoa no seu perfil do LinkedIn

08 Dicas para evitar o burnout

1. Reajuste as suas expectativas

Se você esperava que a sua pós-graduação iria se transformar em um cargo de direção no dia seguinte à conslusão do curso, então é hora de reajustar. Mantenha a cabeça erguida e saiba que provar sua competência nas tarefas mais comuns, mantendo uma atitude positiva e profissional, ajudará a manter sua carreira em movimento na direção que você deseja.



2. Aprenda a ‘gerenciar’ seu gerente

Uma dinâmica de escritório disfuncional é uma das principais causas de burnout, e os problemas com um superior são os mais estressantes. Aprender a “administrar” irá ajudá-lo a lidar com um chefe que seja hipercrítico ou inseguro, bem como ajudá-lo a descobrir a maneira mais eficaz de atingir suas expectativas.


3. Perceba que é bom dizer não

Os funcionários que tentam fazer tudo para todos e que estão sempre trabalhando até o limite de eficiência são extremamente vulneráveis ao desgaste. Além disso, alcançar altos resultados e, em seguida, performar abaixo do esperado, pode ser um fator capaz de estacionar sua carreira. No entanto, há uma maneira correta e errada de dizer não.



4. Pare de se comparar

Todos nós temos aquele amigo do Facebook que parece ter três meses de férias, o dinheiro para passar esses meses passeando por toda a Europa e a família modelo com quem ele vive esses momentos. Esqueça-o. Embora comparações saudáveis possam ajudá-lo a determinar exatamente quais são seus objetivos, a “comparação” vai arruinar suas finanças e sua felicidade, enquanto você tenta continuamente manter ou acompanhar os seus amigos ou membros da família.



5. Certifique-se de tirar seus dias de férias

Diversos trabalhadores vão postergar suas férias neste semestre. Não seja um deles. Uma vez que sentir-se mal em relação ao seu escritório é uma das principais causas do burnout, tirar férias é uma maneira fácil (e divertida … e potencialmente cheia de aventuras) de se manter emocionalmente saudável.



6. Desenvolva seus interesses e hobbies

A sua auto-estima e identidade baseiam-se unicamente em seu trabalho? Em caso afirmativo, você está com alto risco de burnout. O tempo de dedicação aos seus interesses e passatempos fora do escritório irá torná-lo um indivíduo mais feliz e mais bem sucedido. Se você não se lembra da última vez que você se entregou a um hobby, pense a respeito do que você gostava de fazer quando criança ou adolescente. Considere juntar-se a uma equipe de esportes, aprender uma língua estrangeira ou ser voluntário.



7. Faça pausas

Tire algum tempo para recarregar as energias durante o dia. Faça uma pausa no seu trabalho para descansar os olhos ou dar uma volta para ajudá-lo a ficar em forma, mesmo quando você não tem tempo para ir à academia. Visite um colega de trabalho e convide-o para o café. Estabelecer relações positivas no escritório irá torná-lo mais feliz e ajudá-lo a viver mais tempo. (Sério, a ciência diz isso.)



8. Dedique tempo para avaliar sua carreira

Se você estiver se sentindo “empacado” no mesmo caminho há muito tempo e está sentindo sinais de burnout, aproveite o tempo para considerar sua carreira. Os seus valores mudaram desde o início da sua jornada na profissão? Ou são os valores de sua empresa ou empregador que mudaram? Você não está sendo suficientemente desafiado – ou está sobrecarregado? Pergunte a si mesmo as perguntas difíceis para ajudá-lo a descobrir o próximo passo e definir o que é mais satisfatório e vantajoso para você e seus objetivos de longo prazo.

Captativa

Você já pensou onde quer chegar na próxima etapa da sua carreira? Que tal cadastrar seu currículo no site da Captativa? Somos uma consultoria de RH especializada em outsourcing de profissionais para a Indústria Farmacêutica. Nossa especialidade é unir o talento ideal para o projeto certo. O sucesso do nosso colaborador é vital para nós! Acompanhe nossas vagas e se candidate.

Cloud Computing na Indústria Farma

Após anos de resistência, a indústria farmacêutica esta acelerando a migração para a nuvem. Na verdade, o mercado global de Cloud Computing voltado para a área de cuidados com a saúde foi avaliado em US $ 4,5 bilhões em 2017 e deve atingir US $ 9,5 bilhões até 2020. Saiba quais são os principais benefícios que estão atraindo as Farma para a nuvem. (Com informações da Forbes.com)

01 – Backs-up e Segurança na recuperação de desastres

A recuperação de desastres é a maior motivação para a adoção da nuvem no setor de saúde. Mais especificamente, a migração rápida de registros baseados em papel para registros de saúde eletrônicos tornou os bancos de dados de saúde um alvo convidativo para ciber-ladrões – e aumenta o risco de falhas e perda ou exposição de dados.

02 – Eficiência de armazenamento de dados

O armazenamento de dados é o segundo maior motivo pelo qual as empresas do setor estão se movendo para a nuvem. As farmacêuticas gerem enormes quantidades de dados, a fim de armazenar registros eletrônicos de pacientes e dados clínicos. Por exemplo, a empresa farmacêutica Astellas migrou 50 terabytes de dados para a nuvem para fornecer aos analistas de marketing e cientistas de dados acesso on-line a dados farmacêuticos, clínicos e do mundo real.
Tais quantidades maciças de dados são difíceis e, em alguns casos, impossíveis de armazenar e gerenciar no local.

03 – Suporte de pesquisa e desenvolvimento intenso em dados

Muitas quantidades de dados são necessárias para tarefas de Pesquisa & Desenvolvimento como sequenciação de genomas, dados de pesquisas clínicas e modelagem de novos medicamentos. Em 2016, por exemplo, a Johnson & Johnson divulgou que havia migrado 500 terabytes de dados para a nuvem e isso representa apenas metade da migração de dados pretendida da empresa. Esses dados devem ser não apenas armazenados, mas também processados rapidamente se for de qualquer valor prático para os pesquisadores.

04 – Eficiência Analítica

A pressão e a demanda por maiores margens de lucro também estão direcionando a indústria para ferramentas de análise baseadas em nuvem. A análise baseada em nuvem permite uma análise mais flexível dos dados e uma entrega mais rápida dos resultados. O reconhecimento dessa demanda crescente atraiu a Microsoft para o mercado de análises de saúde. A Microsoft e a Infosys se associaram para aproveitar o Microsoft Cortana Analytics Suite para oferecer capacidade analítica para o mercado. A parceria tem como objetivo tornar mais fácil para os profissionais de saúde analisar as tendências da saúde da população, monitorar e melhorar a eficiência clínica, acompanhar e aumentar a satisfação do cliente.