fbpx

Entrevista com a colaboradora: Marina Gerônimo (Supervisora de Farmacovigilância)

Marina Gerônimo é farmacêutica. Colaboradora da Captativa, atua alocada em um cliente da indústria farmacêutica como Supervisora de Farmacovigilância. Neste breve bate-papo ela nos conta sobre as peculiaridades da área e o que considera mais gratificante em seu dia a dia profissional.

Qual a sua formação e o cargo atual?

Sou farmacêutica atuando como supervisora de Farmacovigilância.

– Como chegou até o processo de seleção da Captativa?

Eu estava procurando me realocar no mercado de trabalho e sempre acompanhava as vagas no site da Captativa.

– Comente conosco o seu tempo de casa e principais atividades na área.

Estou há 5 anos com a Captativa. Iniciei como analista de farmacovigilância Jr e aproveitei as oportunidades de crescimento na área, até chegar na supervisão. Hoje tenho uma equipe de 16 pessoas, buscando o desenvolvimento profissional de cada um, além do planejamento e otimização das atividades de acordo com a demanda da área.

– Quais os principais desafios que enfrenta no seu dia a dia?

Equilibrar as atividades que precisam ser desenvolvidas com a expectativas da equipe, para atingir os objetivos estabelecidos.

– O que considera mais gratificante em seu trabalho?

De maneira mais ampla, é gratificante poder, de alguma forma, atuar na cadeia que faz com que medicamentos cheguem com qualidade aos pacientes que usam nossos produtos. De forma mais direta, o mais é gratificante trabalhar num ambiente harmonioso, ajudando no desenvolvimento profissional da equipe.