EUA estuda impacto de nomes de medicamentos

O Food and Drug Administration (FDA), órgão regulatório da indústria nos EUA quer saber exatamente o que implica a escolha do nome de medicamento. Nomes similares influenciam na prescrição e compra? E na avaliação por parte de comunidade médica e pacientes? A agência lançou um estudo para determinar se os nomes influenciam as opiniões sobre a eficácia de um medicamento.

Os fabricantes de medicamentos enviam seus nomes propostos ao FDA para aprovação, mas as empresas costumam contratar agências de marketing para ajudar a criar um nome. O trabalho da agência é criar nomes de marcas que estabelecem conexões relevantes, mas que seguem as diretrizes da FDA. Por exemplo, as empresas farmacêuticas precisam evitar nomes que especifiquem os atributos de um medicamento ou nomes muito semelhantes aos que já existem no mercado. Os pesquisadores pedirão a 500 consumidores e 500 profissionais de saúde – incluindo médicos, enfermeiros e assistentes médicos – para responderem perguntas sobre sete nomes diferentes de medicamentos e publicará os resultados e as boas práticas indicadas ainda neste semestre