Sindusfarma e LeaderShe apresentam novos dados e mostram avanços da presença feminina na cadeia produtiva farmacêutica

O Sindusfarma e o LeaderShe divulgaram novos dados sobre a presença feminina na cadeia produtiva farmacêutica, destacando avanços, mas reconhecendo a necessidade de mais equidade de gênero.

A pesquisa revela que, embora as mulheres representem 55% da força de trabalho, apenas 32% ocupam cargos de liderança. Setores como Recursos Humanos, Unidades de Negócios, Marketing e Área Médica têm alta representação feminina, enquanto Vendas, Financeiro, Operações e Tecnologia apresentam índices mais baixos.

Os esforços do LeaderShe, iniciativa de lideranças femininas, visam promover o crescimento profissional das mulheres na indústria farmacêutica.

A pesquisa também destaca programas de contratação de mulheres, embora indicando desafios em debates internos, educação corporativa e desenvolvimento de lideranças femininas.

O Comitê Podemos+ Sindusfarma lançou a cartilha “Diversidade & Inclusão – Mulheres na Indústria Farmacêutica”, abordando questões como igualdade salarial e a “carga mental” enfrentada pelas mulheres.

Para obter acesso à matéria completa e à cartilha “Diversidade & Inclusão – Mulheres na Indústria Farmacêutica”, visite o link https://sindusfarma.org.br/noticias/indice/exibir/22028.

Obs.: A cartilha realmente merece uma atenção especial. É um projeto cuidadoso e muito bem elaborado, que oferece orientações essenciais para todas as pessoas comprometidas em impulsionar ambientes de trabalho verdadeiramente inclusivos e diversos.